News !!!

ABP CSPVL ANAC DECEA e outros A grande sopa de letrinhas no parapente

Publicado por em 29/12/2015 às 20h14

Sopa de letrinhas do parapente

Para entender um pouco mais sobre esse emaranhado de letrinhas e antes de falar sobre como deveriam ser todos os cursos ou pelo menos o que você deve avaliar e cobrar de sua futura escola de voo, vamos falar um pouco das instituições e de como funcionam por aqui no voo livre de parapente.

Existem duas entidades nacionais que normatizam e homologam pilotos, instrutores e escolas:
 - ABVL (Associação Brasileira de Voo Livre) a principalmente asa delta e o também o parapente.
 - ABP (Associação Brasileira de Parapente), uma entidade que surgiu exclusivamente com foco no voo do parapente.
A ABP, por ter foco exclusivo no parapente, possui em suas normas e trabalho voltados muito mais para o crescimento de nosso esporte com segurança e profissionalismo. Sendo essa a preferida por pilotos e instrutores. Com isso percebemos que escolas, instrutores e consequentemente pilotos com formação nas escolas homologadas pela ABP tendem ter mais exito em sua vida de piloto.

Hoje infelizmente algumas outras entidades, sem nenhuma representatividade moral, mas que são legalmente constituídas mesmo que sem relevância no esporte e que prestam um verdadeiro desserviço à toda comunidade do voo, caminhando por atalhos nocivos aos que por lá se aventuram. 

Resumindo, as entidades servem para orientar, normatizar e homologar pilotos, instrutores e escolas de maneira geral, em todo território Nacional sempre zelando pela segurança e profissionalismo de seus praticantes.

Também existem a figura dos clubes, que são os responsáveis por cada área de voo, decolagens, pousos, suas instalações, espaço aéreo e principalmente devem zelar pela segurança de pilotos, passageiros, alunos, instrutores, escolas e turistas. 
O clube tem a autonomia e o dever de gerir e impor as regras que entender serem as mais coerentes para aquele sítio de voo.
Estas normas e regras podem ser mais rígidas do que das entidades nacionais, nunca mais brandas, isso porque cada local tem suas particularidades e necessidades. O clube deve mostrar seriedade, trabalho e bons resultados aos seus associados.

Portanto, o clube tem fundamental importância para o bom andamento e segurança do esporte e para que isso se perpetue, é essencial que todos os pilotos mantenham suas afiliações com os clubes. Informem-se sobre o clube que pretende entrar, com outros esportistas para sua a melhor escolha, seu futuro instrutor terá uma boa opinião para ajudá-lo a formar a sua.

Certifique-se que o clube está devidamente constituído, CNPJ e outros documentos estão atualizados, atas e NOTAMs registrados e em dia. Se existem funcionários registrados e todas as despesas estão computadas em uma prestação de contas transparente e organizada explicita em site público.

Hoje em dia existem a possibilidade de voar em vários clubes e rampas espalhados pelo Brasil, basta que você esteja devidamente filiado ao clube e a sua entidade preferida, que você poderá voar com tranquilidade nestes locais.
Existem clubes que cobram uma taxa para decolagem, normalmente estes são mais organizados e zelosos, mas existem outros que não há cobrança, fique atento, antes de ir a uma nova rampa certifique-se.

a ANAC, Agência Nacional de Aviação Civil: é um órgão publico, que não tem responsabilidade sobre o esporte parapente e nenhuma regulamento para este.
Entretanto é competência da ANAC, zelar pela segurança de passageiros e pilotos e tudo mais que voa nos ares de todo território nacional. Isto significa que apesar de não ter a competência legal, sobre o esporte a ANAC pode proibir o esporte de maneira geral e irrestrita em prol da segurança aérea.
 
DECEA: Órgão da Força Aérea Brasileira, destinado ao controle do espaço aéreo, Este departamento embora não tenha vínculos diretos com a ANAC mas igualmente importante, visa ao controlar toda movimentação de aeronaves e do aerodesporto no espaço aéreo brasileiro. É o DECEA juntamente com os vários CINDACTAs responsáveis por emitir ou restringir a solicitação de NOTAMs para aeroportos e atividades do aerodesporto, como nossas rampas de decolagens e sítios de voo.

É de suma importância que respeitemos o uso do espaço aéreo, para garantir a segurança e continuidade de um esporte saudável.

“Praticantes responsáveis por sua própria segurança, e autoridade aeronáutica responsável pela segurança de terceiros e do sistema de aviação civil.”
autor Diego Benedetti, Eng. Aeronáutico, Assessor Técnico da Presidência da ANAC Especialista em Regulação Civil e também piloto de parapente.


Com isso já dei boas dicas para um bom entendimento, saiba por tanto que você terá esses pequenos custos de anuidades, fique atento....

Quer saber mais sobre entidades, clubes e voo de parapente???
ronaldonovoa@gmail.com ou ligue 11 987 666 642
Em São Paulo venha conhecer nossa escola e loja de equipamentos
Rua Moinho Velho, 55 - Freguesia do Ó - Zona Norte
www.enjoyit.esp.br
Tags: ABP, ABVL, curso, escola, parapente, voo livre

voltar para News !!!

left show tsN fwR|left tsN fwR|left show fwR|bnull|||news login tsN tsY b01 fwB bsd|normalcase fsN b01 fwB bsd|normalcase b01 fwB bsd|login news normalcase fwR b01 bsd|tsN normalcase b01 fwB bsd|b01 normalcase fwB bsd|content-inner||