News !!!

Termos técnicos ou nem tanto no parapente

Publicado por em 14/01/2016 às 12h13

Pessoal, quando iniciamos no parapente uma das duvidas mais correntes são os significados dos termos técnicos e gírias que usamos no voo livre de parapente.

Para facilitar um pouco a vida do iniciante, agrupei essa lista para que você tenha uma referencia fácil do significado da maioria dos termos.

Como o nosso país é gigante, pode ocorrer de alguns termos regionais não estarem presentes nessa lista. Se esse for o caso...só mandar um email que vamos constantemente alimentar esse nosso inventário.

Alguns termos são bastante curiosos como esses: "mônorei" e "gudifrai", só são compreensivos depois de uma certa dose etálica ou mesmo de uma boa observação in loco da ação em questão...rs 

Abortar Desistir, cancelar uma decolagem ou manobra
Adrenado Sensação de medo, por alguma condição de decolagem ou voo inesperado ou turbulento
Air-Bag Proteção colocada na selete para proteger em pousos mal feitos/sentado
Angulo de ataque Angulo formado pela corda e pelo vento relativo (ou trajetória do parapente)
Arborizar Pousar em arvore
Ascendente Corrente de ar, que nos leva para cima, normalmente nos referimos como termal
Bacalhau Parapente antigo ou muito usado
Base teto ou base da nuvem
Bater Asa Recurso utilizado para perder altura aos poucos em pousos de precisão, onde os batoques são acionados até o pré-stall e liberados consecutivamente.
Batoque Dispositivo em forma de alça que utilizamos para comandar o parapente, acionando/puxando um dos lados faremos curvas para direita ou esquerda, acionando os dois freamos o parapente
Biruta Instrumento para medir direção e intensidade do vento, parece um coador de café que gira conforme a direção do vento.
Birutar o piloto que decola/voa na frente e serve de referência de como está a condição naquele dado momento.
Bombando Fartura de atividades térmicas
Bordo de Ataque Parte da frente do velame
Bordo de fuga Parte de trás do velame
Canhão Térmica muito forte e constante
Catrapo Colapso assimétrica
Caudal/Cauda Vento de caudal, de trás
CB Sigla para Cúmulos Nimbus - Nuvem muito perigosa para voarmos
Célula ou gomos, partes fracionadas do velame
Chupada Situação onde o piloto pode ser sugado por uma nuvem
Ciclos É o tempo entre uma térmica e outra
Cisalhamento  Encontro de duas massas de ar que geram turbulência/rotor
Cloud Street Aglomeração de nuvens alinhadas uma atrás da outra, em formato de "estradas ou ruas", propiciam o voo de XC
Cross Country / XCountry / XC Modalidade do voo em que visamos voar maior distancia a partir da decolagem
Cúmulus CU - Tipo de nuvem que adoramos, por indicar atividade térmica, estagio antecede ao CB
Deriva Desvio de uma trajetória causada pelo vento, pode ser de uma térmica em nosso voo.
Descendente Corrente de ar que nos empurra para baixo
Dust / Dust devil Redemoinho, formado pelo encontro de massas de ar em grande velocidade de deslocamento que forma um cone com ascendente e descendentes terríveis, podendo ser visíveis qdo com poeira.
Encharutar Se diz quando o velame ou reserva se encontra enrolado como um charuto
Enroscar Termal. Girar dentro de uma térmica ganhando altura
Entubar Entrar em uma nuvem...isto é proibido!
Espiral Giro descendente em 3 níveis de velocidade em formato espiralado
Estampar Subir muito alto
Estol / stall Interrupção da sustentação, causado por excesso de freio ou angulo de ataque elevado
Farofa Voo com muitos praticantes em um mesmo local no lift ou térmica
Fechada Colapso Assimétrico
Front Colapso de todo bordo de ataque
Gatilho Qualquer situação, objeto ou ser que libere/desprenda uma térmica do solo
Glider Abreviatura de paraglider/parapente
Gradiente de vento É a relação entre altitude e velocidade de vento, onde diminui conforme nos aproximamos do solo
Gradiente de vento positivo É a relação entre altitude e velocidade de vento, onde aumenta conforme nos aproximamos do solo
Gravata Ponta da vela que fica enroscada por dentro das linhas
Integrado Equipamento que integra um GPS e o variômetro
Inversão A inversão térmica acontece quando a temperatura do ar aumenta conforme a altitude, atrapalhando a formação de térmicas ou altura que elas atingem
Lastro Peso/água a mais que o piloto utiliza para atingir um peso total desejado.
Lift Massa de ar ascendente próximo a encosta ou obstáculo
Malboro Lembra da propagando do cigarro??? Venha para o mundo de malboro!!! Local ermo de difícil acesso para pouso ou resgate
Margarida O mesmo que repolhar em formato de margarida
Merreca Condição fraca de voo
Morrote/Morrinho Local de treinamento para alunos iniciantes realizarem pequenos voos
Negativa Quando acontece o estol apenas de uma lado da vela ocasionando o giro daquele lado para trás.
Nervosa Se diz da vela que requer muita pilotagem ativa
Notam "Notice to Airman" - Notificação aos pilotos
Orelhas Manobra utilizada para descida, onde se fecham/dobram as pontas da vela
Orelhimetro Tirante auxiliar para executar as orelhas
Paraca Nome carinhoso para parapente ou paraglider
Parachutagem Tipo de colapso onde o parapente desce quase que na vertical, como um pára-quedas
Paraglider Nome em Inglês
Parapente Nome em francês
Pelotão Grupo ou conjunto de pilotos que voam juntos
Pilão Ponto de referencia em competições
Piriri Térmica fraca
Porosímetro Aparelho que mede a porosidade, ou passagem de ar do tecido do parapente.
Poroso Se diz quando o parapente está em nível irregular de porosidade
Preá Iniciante/novato no voo
Prego Voo que decolamos e vamos direto para o pouso
Punhetando ou bombando Quando o piloto tenta executar a manobra de bater asas, mas não o faz com a devida destreza 
Rampa Local de decolagem
Repolhar Recolher o velame em forma de repolho, puxando as linhas
Reserva Pára-quedas reserva, equipamento obrigatório que deve ser usado em casos de emergência, o nome deveria ser ultima chance
Resgate Responsável em buscar o piloto após o voo
Rotor Área turbulenta causada pela passagem de massa de ar por um obstáculo
Roubada Situação adversa e indesejada
Sacode Turbulência sentida pelo piloto
Selete Cadeirinha que utilizamos para voar
SIV Simulação de Incidente de voo
Térmica Bicuda Se diz da térmica com diâmetro pequeno e muito forte
Térmica canudo ou colunas Qdo são constantes praticamente do solo até a base
Térmicas Correntes de ar ascendentes
Térmicas azuis Térmicas que não formam nuvens, normalmente no inverno
Térmicas de bolhas Quando são irregulares em sua formação, sendo ascendentes em formas de bolhas
Térmicas residentes Que brotam e disparam sempre do mesmo lugar
Térmicas salão De grandes raios constantes e suaves
Teto Altura máxima que atingimos
Tirada Se diz quando voamos em direção a uma térmica objetivo
Tirantes Conjunto de trás que ligam as linhas a selete através do mosquetão
Tomar uma vaca Colapso assimétrico
Tufão Vento muito forte
Turbulência Desordem em uma camada/massa de ar causada por rotor/cisalhamento
Vaca Colapso assimétrico
Varal Modo de segurar a vela para decolarmos em situações de vento fraco
Vário / Variômetro Equipamento que indica nosso deslocamento vertical, altura e apita conforme a intensidade que esse deslocamento acontece
Vela Sinônimos para velame, parapente paraglider, referente ao conjunto de tecido, linhas e tirantes
Ventaca Vento forte
Vento anabático Que sobe as montanhas em determinados horários e situações
Vento catabático Que desce as montanhas em determinados horários e situações
Zerado Sem vento ou leve brisinha
Zero a Zero ou Zerinho Térmica fraca

 

Tags: escola, paraglider, parapente

voltar para News !!!

left show tsN fwR|left tsN fwR|left show fwR|bnull|||news login tsN tsY b01 fwB bsd|normalcase fsN b01 fwB bsd|normalcase b01 fwB bsd|login news normalcase fwR b01 bsd|tsN normalcase b01 fwB bsd|b01 normalcase fwB bsd|content-inner||